sexta-feira, 24 de janeiro de 2020

Felgueiras Produtor Vinho HD.mov



= Reportagem televisiva do Porto Canal, em 2012, com um produtor da região do sul felgueirense, do vinho da marca registada Sousão, o amigo sr. Agostinho Sousa, da Quinta de S. Mamede-Unhão; e filho do senhor António Sousa, de Cimo de Vila-Rande.

Armando Pinto
((( Clicar na seta do vídeo, para acesso ao filme )))

quinta-feira, 23 de janeiro de 2020

Dia da Escrita à Mão


Dia da Escrita à Mão observa-se a 23 de janeiro.

"O dia teve origem nos Estados Unidos da América e celebra uma invenção com 3500 anos: a escrita à mão. Com a massificação das novas tecnologias a escrita à mão tornou-se obsoleta, querendo o Dia da Escrita à Mão reavivar uma arte que durante muitas gerações foi utilizada para passar ideias revolucionárias, escrever obras imortais, assinar acordos internacionais, declarar amores intensos e fazer ameaças, entre muitos outros.

Como cada pessoa tem a sua escrita única, gémeos inclusive, ela permite identificar a autenticidade de documentos, assim como criar ligações emocionais mais fortes entre as pessoas. Como a escrita à mão de cada pessoa é estável, ela permite também verificar a existência de certas doenças.

Neste dia as pessoas são encorajadas a deixar teclados de lado e a escrever à mão, em papel, e, se necessário, a fazer a digitalização e o upload do documento escrito à mão. Escrever uma carta, um poema ou entrar num curso de caligrafia, são algumas sugestões para comemorar este dia."

(Texto que circula na Internet)

Nota: Para apresentar este artigo usei o teclado, no modo natural deste meio. Mas colocando título, na imagem cimeira, em escrita manual personalizada.

Armando Pinto



terça-feira, 21 de janeiro de 2020

Enquanto se espera por certezas para a marcação da data de apresentação do livro...


Enquanto se espera por certezas para a marcação da data de apresentação do livro (de momento em impressão dos exemplares)... veja-se como nos tempos em que corria um dos ciclistas biografados "aquilo" era mesmo por gosto desportivo e paixão pela modalidade: - Tal como acontecia na época inicial de Joaquim Luís Costa como ciclista do Académico “que correu na Volta”...


(situação também referida no livro, embora sem publicação da imagem dos "relatórios", para haver lugar a fotos interessantes...)


Armando Pinto
= Clicar sobre as imagens =

segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

Brindes típicos entre adereços Longrinos


Entrado o novo ano e passada a quadra do Natal, na roda do ano é tempo de vislumbres recordatórios e balanços do que ficou para trás, com marca registada, por assim dizer. Sendo esta época de transição também propícia, por tradição, a simbólicas gratificações de apreço, como, entre outros casos, acontece com os estabelecimentos de convívio, como são por norma os chamados Cafés, perante seus frequentadores.

Assim sendo, porque ao longo dos tempos foi possível juntar diverso material relacionado, desde canetas e esferográficas, passando por carteiras e diversos utilitários, entre o que ficou dos vários estabelecimentos que foram existindo, registamos alguns exemplares de brindes desses de cafés atualmente existentes, numa perspetiva de memorização. Desta vez apenas de cafés frequentados mais assiduamente pelo autor, dos atualmente abertos, em visualização de bindes idênticos, embora de anos diferentes, incluindo o mais recente adereço chegado para aumentar o acervo de colecionismo local.

Armando Pinto
((( Clicar sobre a imagem )))

sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

Imagem da capa do próximo livro CICLISTAS DE FELGUEIRAS



Já há imagem da capa !

Continuando a informar, aos poucos naturalmente, sempre de modo a procurar manter atualizada a atenção dos interessados, faz-me mais uma etapa de atualização:

- Do livro CICLISTAS DE FELGUEIRAS, em preparação editorial, já se pode revelar aqui a imagem da capa, tal qual.

A. P. 

sexta-feira, 10 de janeiro de 2020

Atualização informativa sobre o próximo livro CICLISTAS DE FELGUEIRAS


Continuando em tempo de preparação da respetiva edição...

Vem a talhe informar, de modo a manter atualizados os interessados (conforme também se tem adiantado na respetiva página própria no facebook):

- O livro CICLISTAS DE FELGUEIRAS, versa sobre a história da carreira dos ciclistas naturais de Felgueiras que andaram na alta competição do ciclismo, mais sobre a figura do sr. Adriano Quintanilha da W52, também natural de Felgueiras, e faz um historial das passagens da Volta a Portugal por Felgueiras, além dum enquadramento das ligações de Felgueiras ao ciclismo, inclusive tendo havido duas equipas profissionais felgueirenses, assim como firmas patrocinadoras oriundas de Felgueiras nos nomes de equipas, etc. .
Os 4 ciclistas que correram a Volta a Portugal foram Artur Coelho, Joaquim Costa, Albino Mendes e Miguel Magalhães, um que correu pelo FC Porto, dois pelo Académico e um pelo Paredes e pela Zala. Naturalmente que há especial destaque sobre o Artur Coelho, que vestiu a camisola amarela por diversas vezes nalgumas edições da Volta a Portugal, venceu diversas etapas e muitos circuitos e Grandes Prémios, entre 1955 a 1961, assim como fez parte da seleção nacional que entrou em duas Voltas a Espanha e ele mesmo venceu no Brasil a clássica 9 de Julho, em 1957. Mas todos têm seu curriculo desportivo deveras desenvolvido e salvaguardado à posteridade a preservação da memória coletiva.
Sem esquecer referências de Felgueiras ter também equipas de Cicloturismo e campeões de DHL e Enduro BTT.
Honrando Felgueiras e o desporto português.
Armando Pinto

Nota: Além da explicação no artigo, convém legendar a foto: Imagem do antigo Circuito da Longra, aquando da festa do S. João da Longra, em 1960,. Estando a meta em frente à antiga farmácia, onde hoje está a frente da  fábrica IMO, Vê-se ao fundo o edifício da Casa do Povo da Longra. (Esta uma das fotos que se juntou, e das quais naturalmente terá de haver seleção pelas condicionantes duma publicação.)


segunda-feira, 30 de dezembro de 2019

Votos pessoais de… Feliz Ano Novo !


Como anualmente é tradição formular votos pessoais de Bom Ano Novo, mas também por sincero desejo, apresenta o autor deste blogue naturais anseios aos amigos e fieis leitores do que neste espaço se tem vindo a partilhar. Na intenção que seja um ano de feliz prosperidade e melhor concretização de aspirações de boa índole. E tal como na quadra natalícia ainda em vigor é normal haver moral nos contos de Natal, também que advenha feliz apoteose no que se conta em nossas motivações.


Armando Pinto
((( Clicar sobre as imagens )))